segunda-feira, 26 de outubro de 2015

1 Timoteo 2.8-15




"Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda.

Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em TRAJE HONESTO COM PUDOR E MODÉSTIA, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos,
Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.


A mulher aprenda em SILÊNCIO, com toda a sujeição.


Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.


Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.


E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.


Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, no amor e na santificação" (1 Timothy 2.8-15)


Fonte: https://www.bibliaonline.com.br/acf/1tm/2

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Áreas Vitais da ESCOLA EM CASA



Abaixo está uma pequena soma das áreas vitais (em ordem de importância) que uma mãe que educou a filha na "ESCOLA EM CASA", (CLIQUE AQUI para saber mais) se  preocupou mais.


Ao longo dos anos ela teve o privilégio de aprender com diferentes mentores, que poderiam ser professores piedosos, que gentilmente a levaram sob a suas asas e a ajudaram a chegar em suas prioridades. 

Sem a graça de Deus, a mãe confessa,  não poderia fazer isso perfeitamente, mas pela graça de Deus ela finalmente aprendeu uma importante lição sobre o que é verdadeiramente necessário e importante na criação de uma criança para a glória de Deus.


1) Relação com Deus
* Leitura e Instrução na Palavra de Deus
* Ensinando-os a rezar


2) Serviço
* Encontrar maneiras de servir ao próximo (por meio da igreja, lares de idosos, etc.)


3) Tarefas de Ensino - Itens do Curriculo
* Responsabilidade de Aprendizagem


4) Educação
* Leitura da Bíblia
* Os três r (leitura, escrita e aritmética) Mantenha-o simples!
* Livros inteiros (Charlotte Mason abordagem)
* Ênfase em talentos naturais da criança / presentes (Muitas vezes, neste momento, eles começam a ensinar a si mesmos).


Nota: Há sempre flexibilidade em um cronograma homeschooling ou Escola em Casa ..... e ainda é importante notar que o tempo com o Senhor deve ser alimento diário para as nossas almas.

DICA PARA ECONOMIZAR ÁGUA E $$$





Muito boa esta dica de como economizar até 2 litros de água colocando uma ou duas garrafas pequenas com agua dentro da caixa de descarga do vaso sanitario. Vejam só:


terça-feira, 13 de outubro de 2015

Proteja Seu Casamento


Pr. Eduardo Sousa
Muitas vezes um casamento vai bem, e acaba abalado por causa de um relacionamento inesperado com uma terceira pessoa. Começa de maneira inocente e agradável, torna-se cada vez mais envolvente. Por fim, traz complicações e desgraças para muita gente. Não foi um acidente ou "um grande amor que surgiu". Foi um relacionamento do qual o casamento deveria ter sido protegido. Não seja ingênuo pensando que isto só acontece com os outros. Muita gente boa já caiu exatamente por ser ingênua assim. Lembre-se de 1 Coríntios 10.12. Por isso, proteja seu casamento... Eis algumas dicas: TENHA BOM SENSO COM SUAS COMPANHIAS Evite gastar tempo desnecessário com alguém do sexo oposto. Muitos casos surgem por não se agir assim. Se um executivo precisa de aulas particulares de inglês e contrata uma jovem professora. Contrate um homem. Não significa que cada contato com alguém do sexo oposto seja porta para o adultério. Significa evitar oportunidades para cair. Companhia contínua cria intimidade. Intimidade com o sexo oposto traz problemas. TOME CUIDADO COM AS CONFIDÊNCIAS A pessoa mais íntima de alguém deve ser seu cônjuge. Segundo a Bíblia, são "uma só carne", isto é, uma só pessoa. Se há aspectos de seu relacionamento que você não pode compartilhar com esposo(a) e compartilha com alguém do sexo oposto, a coisa está ruim. As pessoas tendem a se solidarizar com quem sofre e a proximidade emocional se torna perigosa. Um homem que se queixa de sua esposa para outra mulher está traçando um caminho perigoso. Isto vale para quem faz e para quem ouve confidências. EVITE MOMENTOS A SÓS Decida não ter momentos privados com alguém do sexo oposto. Se um(a) colega de trabalho pedir para ter um almoço com você, convide uma terceira pessoa. Se necessário, não se constranja em compartilhar os limites que você e seu cônjuge concordaram ter no seu casamento. É melhor ser visto como rude que vir a cair em pecado. VIGIE SEUS PENSAMENTOS Cuidado com o que pensa. Se você só se detém nos defeitos de seu cônjuge, qualquer outro homem ou mulher parecerá melhor. Faça uma lista das coisas que inicialmente lhe atraíram em seu cônjuge. Aumente o positivo e diminua o negativo. Evite filmes, conversas, sites e literatura que apologizam o adultério. Lembre de Colossenses 3.2. Volorize um ao outro. EVITE COMPARAÇÕES Um homem trabalha com uma mulher perfumada, maquiada, bem vestida. Em casa encontra a esposa, com criança no colo, cabelo desfeito, banho por tomar. Uma mulher encontra um homem compreensivo com quem pode se abrir, e se sente mais à vontade com ele do que com o esposo. Ignoraram situações e contextos diferentes. Foram iludidos pelo irreal. Lembre-se do pródigo: o mundo lhe era fascinante, mas terminou num chiqueiro. As aparências iludem, porque o mundo em que vivemos em casa é o real. O mundo de relacionamentos fora de casa é sempre artificial. EVITE A SÍNDROME DO RETORNO É a idéia de que a vida sentimental e sexual caiu na rotina, e agora, a pessoa "renasceu". Já vi inúmeros casos assim: "Eu renasci", ou "Eu me senti jovem de novo". Não banque o adolescente. Você é um adulto com responsabilidades e com uma pessoa com quem partilha a vida. Construa sua vida com seu cônjuge. Se sua vida conjugal se "fossilizou", há outros caminhos. Revigore-a com seu cônjuge. Há pessoas que sempre se fossilizam e pulam de relacionamento em relacionamento, procurando o que não produzem. Temos o que produzimos. PONHA SEU CORAÇÃO NO SEU LAR A solidez do casamento vem pelo tempo que os cônjuges gastam juntos. Conversas, risos, passeios, programas comuns. Se você não sai com seu cônjuge, marque datas para os próximos meses. Vocês devem ter um ao outro como o melhor companheiro. Mantenham o clima de namoro: querer estar junto com a pessoa. Orem juntos. Dificilmente duas pessoas que oram juntas brigarão entre si. Sejam parceiros espirituais. INVISTA EM SEU CÔNJUGE O marido da mulher virtuosa é conhecido quando se levanta em público (Pv 31.23). A idéia é que ele está bem vestido e vê o caráter dela pela roupa dele. Uma boa esposa é um bom tesouro (Pv 18.22). De bom tesouro cuida-se e evita-se perdê-lo. Marido: mulher bem tratada é um grande investimento; o retorno emocional é garantido. Mulher: marido bem tratado é um grande investimento; o retorno emocional é garantido. BUSQUE AJUDA Havendo problemas, busque ajuda. Primeiro em DEUS. Lembre-se de Tiago 1.5. Busque orientação de pessoas mais experientes ou do ministério. Evite que o problema se avolume. Evite conselhos de gente que não tem o que dizer. Os amigos de Roboão lhe deram maus conselhos (1Rs 12.6-12). Nesta busca de ajuda, evite por mais lenha na fogueira. Evite também raiz de amargura (Hb 12.15). Busque ajuda e não um juiz a seu favor. CONCLUSãO Bons casamentos não acontecem por acaso. São produto de muito trabalho e da graça de DEUS. Boa parte do trabalho é investimento emocional no relacionamento conjugal. Mas investir sem proteger é problemático. É preciso levantar cercas contra os problemas externos, porque os internos são mais vistos e os dois vivenciam. Não permita brechas. Não dê armas ao inimigo. Leiam com atenção. Para os casados e os que irão se casar, o texto é grande, mas vale a pena ser lido e até distribuído na igreja, no trabalho, com os colegas e amigos, achei muito importante!

sábado, 3 de outubro de 2015

Como Lavar Louças Pode Aumentar a Sensação de Bem-Estar


BURBET VIA GETTY IMAGE

Tradução: Ruth Ferraz Byrnes


Você pode ser o tipo de adiar até a pia para lavar louça esta abarrotada, mas novas descobertas científicas podem torná-lo mais motivado para lavar. Um estudo publicado na revista Mindfulness descobriu que lavar pratos conscientemente poderia ser TERAPÊUTICO, aumentando a sensação de bem-estar e diminuir nervosismo.

Para lavar pratos "conscientemente" significa a fazê-lo com intenção e foco, contemplando as experiências sensoriais do ato como o calor da água, a sensação de pratos e o cheiro do sabão.

Este é precisamente o que alguns participantes do estudo foram instruídos a fazer ao lavar 18 pratos. O grupo controle, por outro lado, lavado 18 pratos sem a instrução  da Revista Mindfulness. Em vez disso, eles foram dadas directivas em matéria de técnicas de lavagem de louça adequadas. O grupo experimental relatou aumento da positividade e diminuiu nervosismo, enquanto o grupo controle não relataram nenhuma mudança.

Você não tem de abandonar a sua máquina automática para obter essas regalias; de lavagem não é única em sua capacidade de beneficiar as pessoas quando feito conscientemente. Quase QUALQUER atividade neutra, quando realizada com PLENA CONSCIÊNCIA, pode produzir resultados semelhantes. A realização de uma "meditação mindfulness", enquanto no chuveiro, por exemplo, pode ser uma prática igualmente útil: Você seria conscientemente centrar-se na forma como a água se sente contra sua pele, o som da água batendo na banheira eo cheiro de seu xampu, ao invés de deixar a sua mente vagar aleatoriamente para diferentes pensamentos.

O mesmo pode ser feito ao longo de sua xícara de café da manhã, tendo o cheiro do café torrado e do calor da caneca. Fazendo a roupa, ajuntando as folhas, limpar os pisos - estas são todas as atividades que podem ser transformados em um tipo de meditação. Suas tarefas dificies ficaram muito mais interessante.

Fonte: http://www.huffingtonpost.com/entry/hand-washing-the-dishes-could-make-you-happier_560bd98ee4b0af3706de9c76?section=good+news&ncid=fcbklnkushpmg00000023&utm_content=bufferac57c&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Manteiga de Azeite para Substituir a Manteiga ou Margarina


A margarina faz mal a saúde pois é totalmente quimica e com gorduras trans que aumentam o mal colesterol. A manteiga é melhor por ser natural,mas não é totalmente boa pois não ajuda muito o bom colesterol, o HDL. Já o azeite é muito recomendado por ajudar a aumentar o bom colesterol.

Tentamos fazer esta receita apenas com o azeite, alho e sal, e colocamos no refrigerador. Ficou muito bom! 

As ervas e o sal da receita acima podem ser substituidas por estas AQUI SAL DE ERVAS

Ah, não deixe de adicionar amor, pois como esta lá em Colossense 3.14, o amor une todas as coisas juntas em PERFEITA unidade. Deus abençõe você e sua familia!

Veja as fotos



Sal de Ervas para Substituir o Sal Comum e Equilibrar a Saúde


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Galinha Assada com Ratatouille


Ingredientes para Frango

12 partes de frango com pele e osso (assas, pernas, sobrecoxas e coxas)
1/4 xícara de cebola picada
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de tomilho fresco
1 colher de sopa de alecrim fresco
2 colheres de azeite
1/2 colher de chá de pimenta caiena
1 colher de sopa de sal marinho

Prepare o frango
Pré-aqueça o forno a 204oC°. Em uma tigela grande, misture o frango com todos os ingredientes restantes (podesse deixar marinando por toda a noite). Organizar o lado da pele de frango em uma assadeira. Asse por cerca de 1 hora e 15 minutos, até que o frango esteja dourado e cozido.

Enquanto isso, prepare o Ratatouille

Ratatouille

















1 berinjela média cortada em cubos
1 colher de chá de sal marinho além de mais para temperar
1/4 xícara de azeite extra-virgem
1 abobrinha em cubos médios,
1 abobrinha amarela média em cubos
1 cebola média cortada em cubos, amarelo
1 pimentão vermelho, em cubos
3 colheres de sopa de alho picado
Raminhos de manjericão 2
3 raminhos de orégano
2 colheres de sopa de vinagre branco
3 tomates  em cubos (2 xícaras)
1 xícara de purê de tomate
Pimenta moída na hora
Uma combinação clássica

Porções: 4


Em um coador definir sobre uma tigela, misture a berinjela com a 1 colher de chá de sal. Deixe repousar por 30 minutos. Aperte delicadamente a berinjela para liberar todos os sucos amargos.

Em uma frigideira grande, aqueça o azeite. Adicione a berinjela e cozinhe, mexendo ocasionalmente, até dourar, cerca de 3 minutos. Adicione a abobrinha, abóbrinha amarela, cebola, pimenta vermelha, alho, manjericão e orégano e cozinhe em fogo moderado, mexendo ocasionalmente, até ficar macio, cerca de 10 minutos. Junte o vinagre, tomate e purê de tomate e cozinhe até que os legumes estejam macios eo molho engrossar, cerca de 10 minutos. Descarte os ramos de ervas e tempere o ratatouille com sal e pimenta.


Transferir o ratatouille para uma travessa, sirva ao lado do frango com arroz.



terça-feira, 1 de setembro de 2015

Trufas Fáceis



- 280 g de chocolate meio amargo picado (60% Cacau)
- 230 ml de creme de leite para chantily
- Pó de cacau para enrolar our granulado para brigadeiro.
(Esta receita rende aproximadamente 10 trufas ou 20 brigadeiros)

Aquecer o creme de leite somente até começar formar bolhar. 
Coloque o chocolate picado numa tijela media e coloque o creme de leite sobre os pedaços. 
Cubra a tifjela com um prato e permita esfriar por 5 minutos. Misture o chocolate e o creme de leite até se incorporarem totalmente para formar o "ganache", deixe esfriar por cerca de 30 minutos ou mais na geladeira. 
Faça bolas do tamanha das trufas e passe pelo cacau em pó, coloque nas forminhas de papel. Ou antes de esfriar totalmente, quando formar o ganache coloque cerca de uma colher de sopa em cada forminha de papel e adicione chocolate granutaldo por cima, se torna assim uma nova versão do brigadeiro, que é bom para servir para mais pessoas.
Derrete na boca!
Bon Appetit!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Café da Manhã Saudável




Aqui esta nosso simples e saudavel café da manhã:

- yogurt natural com mel cru, morangos, farinha de linhaça (ômega 3) e aveia (probioticos);
- clara de ovo com torrado (rica em proteina para firmar os musculos, nos states encontramos p vender só as claras);
-banana amassada (potassio p equilibrar pressão) com aveia, mel e farinha de linhaça.
- limonada (limão equilibra a acidez do sangue e previne pedras nos rins);
- 1 xicara de café com leite para acordar (eu prefiro café descafeinado para controlar melhor a pressão evito cafeina, meu esposo prefere café normal).
- 1 capsula de multivitamina e outra de oleo de farinha de linhaça (rico em Omega 3).

Ante de comer nos agradecemos e oramos para o Senhor abençoar nos e proteger durante todo o dia.

MISTURA DE CASTANHAS



 Nosso saudavel salgadinho para equilibrar o colesterol (o bom HDL e mal LDL) . Aqui nós temos: nozes, pecans, semente de girasol, castanhas do Pará, coco ralado e passas. Mas você pode acrescentar a castanha ou fruta seca que você gosta.

Vestuário e Aparência


Por Samuele Bacchiocchi (Doutor em Teologia, Universidade Pontifícia de Roma)

Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? (…) O templo de Deus, que sois vós, é santo.
I Coríntios 3:16–17
O mundo hoje está tão saturado de sensualismo que certas modas inadequadas para os que buscam a pureza são vistas como “normais” e “toleráveis”.Qual deve ser afinal a regra. Cuidemos para não fazer da moda e suas tendências um deus em nossa vida. Os cristãos mostram reverência e respeito vestindo-se decente e sensatamente, sem causar vergonha ou embaraço a Deus, a outros ou a si mesmos.
Este princípio é especialmente relevante hoje, quando a indústria de modas freqüentemente rejeita respeito e decência como base para relações humanas construtivas.
A Bíblia explicitamente condena a aparência sedutora: "Qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração já adulterou com ela" (Mateus 5:28).


Devemos voltar às origens nessa questão (que evidentemente também diz respeito aos homens), deitar fora todo adorno desnecessário e vestir-nos com bom gosto e simplicidade. Isso, sem dúvida, fará muita diferença em nosso testemunho (desde que, é claro, seja a manifestação exterior de um coração genuinamente transformado)
Roupas não salvam ninguém, no entanto elas revelam o nosso caráter,na Bíblia são usadas até como simbolismo de caráter.
Jezabel destaca-se na Bíblia por seu esforço para induzir os israelitas na idolatria. A corrupção de seu coração é revelada pela tentativa que fez em sua última hora de parecer sedutora, pintando seus olhos e adornando-se para a chegada do novo rei, Jeú (II Reis 9:30). Mas o rei não foi enganado e ela morreu de uma morte vergonhosa. Por causa disto, seu nome tornou-se um símbolo de sedução na história bíblica (Apocalipse 2:20).
Paulo descreve a mulher cristã convertida como a que se veste sobriamente, restringindo seu desejo de exibir-se pelo uso de penteados complicados, ouro, pérolas ou vestes dispendiosas (I Timóteo 2:9).

Sua aparência não diz: "Olhe para mim; admire-me", mas sim: "Olhe como Cristo me mudou de dentro para fora".


Os cristãos devem respeitar as distinções de sexo usando vestes que afirmam sua identidade masculina ou feminina. Este princípio é ensinado na lei que se acha em Deuteronômio 22:5, que proíbe o uso de roupas do sexo oposto.
Um comentário bíblico, que reflete a opinião de muitos estudiosos, assinala: "O objetivo imediato desta proibição não era de impedir a licensiosidade, ou opor práticas idólatras... mas, de manter a santidade da distinção dos sexos que foi estabelecida pela criação do homem e da mulher."
A Bíblia não nos diz que estilo de vestuário homens e mulheres devem usar, porque reconhece que o estilo é ditado pelo clima e a cultura. A Bíblia nos ensina a respeitar a distinção de sexo no vestuário conforme as normas da nossa própria cultura.
Isto significa que como cristãos devemos nos perguntar ao comprar roupa: "Este artigo afirma minha identidade sexual, ou me faz parecer como se fosse do sexo oposto?" Quando sentir que certo tipo de vestimenta não pertence a seu sexo, siga sua consciência: não o compre, mesmo se estiver na moda.

Numa época em que a moda se inclina em abolir distinções de sexo no vestuário, nem sempre é fácil para cristãos acharem indumentária que afirma sua identidade sexual. Nunca foi fácil viver de acordo com princípios bíblicos. Mas esta é nossa vocação cristã - não nos conformar com os valores e estilos de nossa sociedade, mas ser uma influência transformadora neste mundo pela graça de Deus.


Conclusão
O vestuário não faz o cristão, mas cristãos revelam sua identidade por sua maneira de vestir e aparência. A Bíblia não prescreve um vestuário normativo, mas nos convida a seguir a simplicidade e ausência de pretensão do estilo de Jesus, mesmo em nossa indumentária e aparência.

Seguir a Jesus em nosso vestuário e aparência significa distinguir-se da multidão, não se pintando, não se cobrindo de jóias e não se embonecando como tantas pessoas fazem hoje.
Isto exige coragem e discernimento. Coragem para não se conformar com os ditames sedutores da moda, mas ser transformado pelas diretrizes da Palavra de Deus (Romanos 12:2).

Discernimento para distinguir entre a moda caprichosa que muda e o estilo sensato que perdura. Coragem para revelar a beleza do caráter de Cristo, não pelo adorno exterior do corpo " com ouro, pérolas ou vestes dispendiosas", mas pelo embelezamento interno da alma com as graças do coração e o espírito manso e tranqüilo que é precioso aos olhos de Deus (I Pedro 3:3 e 4).
Coragem para vestir-se, não para glorificar a nós mesmos, mas para glorificar a Deus, vestindo-se modesta, decente e sobriamente.
Nossa aparência é um testemunho constante e silencioso de nossa identidade cristã. Possa ela sempre dizer ao mundo que vivemos para glorificar a Deus e não a nós mesmos.

Fonte: http://www.iasdemfoco.net

Modesty Fashion - Moda com Pudor

Porque a mulher foi criada para ser feminina e ter pudor, de acordo com os principios biblicos.




Compramos esta saia num brechô, a blusa a muito tempo atras, cores que gostamos permanecem sempre em moda para nós combinarmos com peças antigas.


 O comprimento da saia dever ser pelo menos até o joelho para quando sentarmos não mostrarmos nossas coxas e algo mais.


Uma promoção de vestidos no Walmart, não custa muito se vestir descentemente, para orar para ter criatividade e não economizar em elegancia e pano.



Quando uma blusa ou vestido é muito decotada, podemos usar uma camiseta regada para não expor os nossos colos, que é para nossos maridos não para o marido das outras.



domingo, 5 de julho de 2015

Pai Nosso




Pai Nosso que estais no Céu
Santitificado seja o Vosso Nome
Venha a Nós o Vosso Reino
Seja feita a Vossa Vontade
Assim na Terra 
Como no Céu.

O Pão Nosso de cada dia
Nós dai hoje
Perdoai as nossas ofensas
Assim como nós perdoamos
A quem nós tem ofendido
E não nós deixei cair em em tentação
Mas livrai do mal.
Amem.

Lord's Prayer by Andrea Bocelli - PAI NOSSO por Andrea Bocelli



Casamento é os dois olharem na mesma direção: Jesus Cristo e a Salvação que Ele Traz



Por Ruth Ferraz

Hoje ouvi um testemunho de um casal que me tocou. A esposa disse:
 - "Casamento não é os dois olharem para cada um, mas os dois olharem na mesma direção".
 Eu acrescentaria que é os dois olharem para o Cristo, para o sacrificio que ele fez e relevar tudo, especialmente os momentos dificieis, buscando se apoiar na Palavra de Deus e na oração diaria em conjunto.

 A vida aqui é temporaria, em breve este mundo e tudo que nele existe passará mas o Senhor e sua Palavra permanecerão para sempre. E por falar em Palavra, aqui vai um versiculo que eu amo e que eu já o experimentei como verdade quando uma irmã em Cristo orou por mim: 

" A oração de uma pessoa justa é poderosa e efetiva." (Tiago 5.16)

Possamos ter um viver reto para sermos pessoas que tem uma oração poderosa e efetiva, "perto esta o Senhor daquEle que o invocam".

Que Deus POSSA abençoar a todos.    

A Educação que Moises e João Batista Receberam




Por Julio Severo

MOISÉS E AS MELHORES ESCOLAS, DO PONTO DE VISTA HUMANO

Deus precisa da educação controlada pelo governo para construir e usar um homem ou uma mulher? Talvez ninguém tenha experimentado tanto de uma educação desse tipo quanto Moisés. Como filho adotivo da filha do faraó, o governante do Egito, Moisés passou considerável parte de sua vida recebendo educação nas melhores universidades egípcias, que eram consideradas as mais avançadas da época. Em termos modernos, seria como estudar nas melhores universidades americanas. Livros de história modernos confirmam que a educação no Egito era avançada:

Muitos dos ideais e crenças modernos, assim como grande parte do conhecimento sobre o homem, tiveram sua origem no Egito. Os antigos egípcios desenvolveram o primeiro tipo de governo nacional do mundo. Produziram uma arte e uma literatura expressivas. Introduziram a arquitetura baseada na pedra e fabricaram o primeiro material adequado para a escrita, o papiro. Estabeleceram o ano de 365 dias, e os métodos básicos de geometria e cirurgia.[6]

Moisés passou quase 40 anos de sua vida estudando! Sua formação educacional nas universidades egípcias foi tão abrangente que ele se tornou, com todo o conhecimento e treinamento que ganhou, um homem com a capacidade de falar com eloqüência e realizar grandes obras e empreendimentos na área política, científica, social, filosófica e militar. “Moisés foi educado em toda a sabedoria dos egípcios e veio a ser poderoso em palavras e obras”. (Atos 7:22 NVI) Muito antes de ser usado por Deus, ele adquiriu uma fama e influência impressionante como pensador, filósofo, orador e empreendedor. Pelos padrões humanos, que valorizam apenas os diplomas, ele estava destinado ao sucesso das grandes carreiras.


Com toda a educação especial que recebeu, ele estava mais do que preparado para dirigir um povo, na esfera política e militar. Um dos seus primeiros atos, depois de anos de treinamento nas instituições de ensino egípcias, foi matar um egípcio que estava maltratando um hebreu. Embora muitas vezes dirija militarmente seus líderes, Deus não precisava do treinamento educacional e militar egípcio para usar Moisés para liderar o povo hebreu na sua saída do Egito. Por isso, Deus o levou para o deserto para remover dele a educação e preparação do Egito e lhe dar a educação e preparação do Senhor. Ali, depois de anos trabalhando com rebanhos de ovelhas e sem acesso a livros e outros meios para alimentar o vasto conhecimento cultural que ele havia adquirido nas universidades egípcias, ele perdeu sua capacidade para falar com eloqüência e coragem para realizar grandes obras (veja Êxodo 4:10,13). Quarenta anos de “treinamento” no deserto, sem acesso ao elevado conhecimento humano do Egito ao qual ele estava tão acostumado, o deixaram humilde em suas palavras e ações! Os longos anos que Moisés passou nas universidades egípcias foram também, na mesma proporção, os mesmos longos anos que Deus escolheu para moldá-lo e remover dele as marcas que a educação egípcia havia deixado no seu modo de pensar e agir.

Depois de passar 40 anos no deserto e ser “desmarcado” e “descontaminado” da educação egípcia, Moisés pôde ter o que todos os anos de estudo nunca lhe deram: abertura e sensibilidade para ouvir e atender à voz de Deus. Para remover dele toda socialização negativa que ele teve nas instituições de ensino, Deus o colocou numa situação em que não havia quase nenhum contato social, a não ser sua esposa, filhos e… a presença de Deus. Buscando a Deus profundamente na solidão do deserto foi uma experiência importante que o ajudou a se tornar um homem sensível e aberto ao Espírito Santo. Ouvindo a voz do Senhor, ele foi aprendendo sua vontade e foi poderosamente usado pelo Espírito Santo para ensinar o povo de Deus. Aliás, foi através dele que o Senhor deu a orientação de Deuteronômio 6:5-9, onde os pais são instruídos a assumir a educação total dos próprios filhos, marcando suas mentes para pensar e suas vidas para agir conforme o Senhor determina.

Moisés conhecia, de experiência própria, a educação em escolas institucionais. Conforme descreve o escritor Filo, da Antigüidade, ele estudou matemática, geometria, ciência, astronomia, poesia, música, medicina, hieróglifos, etc. Ele estudou tudo o que as universidades egípcias tinham para oferecer. Embora a instrução que ele recebeu no Egito o tenha marcado fortemente para falar e agir de acordo com a educação das melhores instituições de ensino daquele tempo, Apocalipse alerta que o sistema da Besta vai superar a educação egípcia, marcando muito mais profundamente o modo de as pessoas falarem e agirem. Naturalmente, o condicionamento da Besta na mente e vida das pessoas virá sob o disfarce de excelente educação humana.

Em Deuteronômio, Deus usa Moisés, um homem que tinha vasta experiência nas instituições humanas de ensino, para mostrar aos pais que a melhor educação ocorre no lar. Em Apocalipse, a Besta mostrará e obrigará todas as pessoas a aceitar como fato que a melhor educação ocorre nas escolas institucionais, fora da esfera da família e seus valores. O sinal ou marca na mão e na testa que a Bíblia revela indica o poder de uma educação sistemática que marca profundamente os estudantes em seu modo de pensar e agir. A diferença é onde cada sistema opera para marcar a vida das pessoas.

A freqüência obrigatória às escolas institucionais é cada vez mais a escolha do governo para as famílias. No entanto, a escolha de Deus nos dá a opção de escolher um jeito melhor de treinar nossos filhos academicamente, livres de interferência governamental.

A educação aprovada por Deus tem o lar como escola essencial, mas a educação futura ocorrerá longe da família e sua supervisão e acompanhamento moral e espiritual na vida das crianças. Essa educação futura ocorrerá sob a responsabilidade de governos e leis inspirados por uma potestade espiritual que quer condicionar os seres humanos a pensarem e agirem, em alguns aspectos, como animais ou como indivíduos maus, que não seguem nem respeitam os mandamentos de Deus, principalmente nas questões de sexo, família, filhos, aborto, homossexualidade, etc.



JOÃO BATISTA E A MELHOR EDUCAÇÃO, DO PONTO DE VISTA DE DEUS

A atual geração precisa das visitações de Deus. E a verdade é que ele tem prazer em visitar as pessoas para trazer cura, libertação, transformação e salvação. Se queremos criar e educar filhos que terão uma estrutura de vida espiritualmente forte para preparar as visitações que o Senhor deseja realizar neste mundo desesperado e necessitado, precisamos ter a disposição e abertura espiritual que o casal Zacarias e Isabel tinham. Eles estavam dispostos a sacrificar tudo por Deus e seus projetos divinos. Por causa dessa disposição, Deus lhes deu a honra e oportunidade de se tornarem os pais de João Batista, o homem que Deus usou para preparar o coração das pessoas para a vinda de Jesus Cristo.

João foi treinado de modo bem especial, desde o começo de sua vida. Ele nasceu bem na época do próprio nascimento de Jesus, e quase foi morto, pois em sua fúria contra a chegada do menino Jesus ao mundo o rei Herodes lançou uma campanha de perseguição contra as famílias da cidade de Belém, matando todos os bebês, na esperança de acabar com o Messias que havia nascido. Para salvar seu bebê da morte, Zacarias e Isabel pegaram João e fugiram para o deserto, onde passaram a viver escondidos das autoridades. Eles já eram muito idosos e provavelmente passaram seus últimos anos no deserto, protegendo e treinando seu menino especial.

Zacarias e Isabel, que eram pessoas muito dedicadas a Deus e vinham de famílias de sacerdotes, estavam muito bem capacitados para ensinar tudo sobre Deus e sua Palavra poderosa. Eles implantaram fortemente em João as verdades e mandamentos de Deus e lhe deram instruções básicas de como sobreviver no deserto. Pelas atitudes rústicas de João, nota-se que ele cresceu sem um convívio social “normal”. Mas Deus escolheu exatamente essas circunstâncias para treiná-lo para crescer diferente das outras pessoas. Homens e mulheres que têm uma missão especial de Deus em suas vidas são treinados, desde a infância, num modo de vida especial e diferente das pessoas “normais”. O treinamento especial de João mudou sua vida, fortaleceu seu chamado e moveu o Espírito Santo para derramar sobre ele a poderosa unção de Elias, um homem de oração que vivia nos desertos com Deus, um homem que foi profeticamente usado pelo Senhor para tocar uma nação inteira.

Do ponto de vista humano, João pode ter perdido muitas oportunidades de contato social, mas não houve perdas reais, conforme confirma Jesus: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará. Pois, que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou, o que o homem poderá dar em troca de sua alma? Pois o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então recompensará a cada um de acordo com o que tenha feito”. (Mateus 16:24-27 NVI) Sua falta de contato social “normal” foi preenchida por Deus com um treinamento especial que o envolveu em contatos muito especiais: a maioria dos apóstolos de Jesus já seguia João muito antes de conhecerem Jesus. Ele teve o privilégio de dirigir o treinamento espiritual inicial de Pedro e outros discípulos de Jesus! Do ponto de vista espiritual, a educação que João recebeu foi muito útil e lhe deu uma estrutura forte que o capacitou a preparar o coração dos homens que fariam parte importante do ministério de Jesus.

Deus achou que era necessário que João fosse criado no deserto, com muitos sacrifícios para ele e para seus pais, a fim de que ele pudesse ficar distante de todo tipo de socialização e influência negativa que o desviasse do chamado divino para ele. A única educação que João experimentou em seu isolamento no deserto foi a instrução bíblica e pessoal que seus pais lhe passaram. Não havia mais nada para distraí-lo. Não havia nenhum outro tipo de influência educacional. Seu contato mais importante era a presença do Espírito Santo, os próprios pais e seus valores. E ele não foi o único homem de Deus a “perder” em favor de metas mais importantes. O próprio Apóstolo Paulo diz: “E não somente essas coisas, mas considero tudo uma completa perda, comparado com aquilo que tem muito mais valor, isto é, conhecer completamente Cristo Jesus, o meu Senhor. Eu joguei tudo fora como se fosse lixo, a fim de poder ganhar a Cristo”. (Filipenses 3:8 BLH)

Zacarias e Isabel morreram logo, porém seus ensinamentos e valores espirituais jamais morreram. “Filho, faça o que o seu pai diz e nunca esqueça o que a sua mãe ensinou. Guarde sempre as suas palavras bem gravadas no coração. Os seus ensinamentos o guiarão quando você viajar, protegerão você de noite e aconselharão de dia. As suas instruções são uma luz brilhante, e a sua correção ensina a viver”. (Provérbios 6:20-23 BLH) Eles mesmos deram aulas escolares para seu filho. Essas aulas foram ministradas juntamente com os ensinos da Palavra de Deus. A educação projetada por Deus tem o lar como escola e a Palavra de Deus como centro da educação, sob a supervisão e acompanhamento direto dos pais. Até mesmo distintos homens reconhecem que a melhor educação vem da Bíblia. Theodore Roosevelt, Presidente dos Estados Unidos, declarou: “Um conhecimento profundo da Bíblia vale mais do que uma educação universitária”.[7] Reconhecer uma verdade é uma coisa; pagar o preço para vivê-la é outra. Os pais de João Batista sacrificaram tudo para priorizar a Palavra de Deus na educação de seu filho.

Tudo o que Zacarias e Isabel ensinaram para João permaneceu vivo na alma dele, guiando-o na sua importante missão de anunciar e preparar a vinda do Messias. Com a educação no lar que recebeu dos pais, João pôde fazer o que, aos olhos de Deus, é o alvo mais importante de todo ser humano: viver a vontade e o chamado de Deus na terra.

A educação moderna e suas instituições formais podem parecer muito mais atraentes, sofisticadas e importantes do que a instrução cristã no lar, mas a educação institucional é um oásis traiçoeiro — cheio de promessas enganosas — cada vez mais controlado por governos para doutrinar sistematicamente as crianças. Esse controle e doutrinação é a principal característica do sistema da besta revelado no livro do Apocalipse. Em contraste, a educação escolar no lar oferece liberdade para as famílias fortalecerem e protegerem seus filhos moral e espiritualmente. Essa educação é realizável? No exemplo de Moisés e João Batista, Deus mostra que até mesmo no deserto, onde há escassez de recursos educativos e onde ninguém vê esperança de sucesso, ele pode educar e levantar grandes homens de caráter, integridade, sabedoria e coragem para liderar uma nação, treinar líderes e, principalmente, honrar o nome de Jesus Cristo. Assim, se Deus pode trabalhar no deserto para educar um homem ou mulher, quanto mais em casa!

Para as famílias cristãs, a educação no lar é essencial porque seu controle não pertence ao governo, mas aos pais. A educação escolar em casa dá aos pais a preciosa liberdade de colocar Deus e sua vontade no centro de tudo e treinar e capacitar a criança para se tornar um adulto equipado para fazer a vontade de Deus, glorificar a Pessoa de Jesus Cristo e ajudar a avançar, na sociedade e na vida das pessoas, um governo mais elevado: o Reino de Deus e seus valores. Assim, as crianças cristãs educadas no lar ganham a oportunidade maravilhosa de conhecer e obedecer a seu Mestre, Professor, Senhor e Rei e são treinadas, como foi João Batista, para ajudar homens e mulheres a se tornarem seguidores apaixonados de Jesus. Tal educação é perfeitamente possível quando se dá espaço livre e plenas oportunidades para Deus ser seu Capacitador.

sábado, 4 de julho de 2015

Tres Ancoras




Por Phil McCollum
Tradução Ruth Ferraz Byrnes


Casamento é uma maravilhosa benção ordenada por Deus, mas quando imperfeições humanas entram nesta relação, os mares do casamento as vezes tornam-se  tempestades. Depois de ser casada por mais de vinte anos com minha maravilhosa  esposa, Elaine, Deus tem ensinado me ‘tres ancoras” para manter-nos longe da tempestade que estava nos agitando.

Contrato Vinculativo

A primeira ancora é o contrato vinculativo que nos fazemos com Deus quando pronunciamos nossos votos na cerimonia de casamento. No altar nós declaramos que nós permaneceriamos casados por melhor ou pior, na riqueza ou pobreza, na doença ou na saúde, até a morte nos separasse.
Você já imaginou quantas pessoas só ouvem a parte de “melhor, riqueza, e saude”. Quando a vida tornasse uma tempestade com onde de “pior, pobreza e doença”,  tantos casais acabam sem considar a magnitude do contrato de casamento. Deus diz que Ele espera que nos cumpramos nossos votos, e que ele é melhor fazer um voto do que quebrar com Ele (Eclesiastico 5.4-6).  O poder nesta ancora é que uma vez nos assentamos em nossas mentes que nós estamos verdadeiramente comprometidos para o melhor ou o pior, e que nos estamos determinados a perseverar até o fim, então focar em consertar nosso casamento e melhor do que terminar ele.

O Inimigo Não é o meu Esposo

A segunda ancora é o entendimento que o inimigo não é o meu esposo. Quando nos estamos infelizes, é fácil acusar a pessoa mais perto de nós por nossas infelicidades. A Biblia diz nos em Efesios 6.12 que nossa batalha não é contra a carne e sangue, mas contra forças espirituais. Há um inimigo espitirual que procura roubar, matar e destruir nosso casamento (John 10.10). Se o inimigo pode influenciar maridos e esposas para se tornar um contra o outra, ele mina  nosso testemunho para o mundo, interfere com orações respondidas, e efetivamente enfraquece o corpo de crente.
Muitos anos atrás, minha esposa e eu estavamos envolvidos em um momento de “intensa amizade” (como um de meus amigos disse). Minha pobre esposa olhou para  mim como se eu tinha perdido minha mente! Depois que eu acalmei, eu nao podia crer que eu tinha dobrado tanto a minha forma. Mas tarde eu entendi que o inimigo estava tentando manter eu e Elaine afastados de um benção particular que Deus estava para nós revelar.

Amar sacrificialmente

A terceira, e provavelmente a mais importante ancora é aprender amar sacrificialmente, como Jesus amou a igreja. Todo amor envolve sacrificio. Leia esta sentença novamente. Nos vivemos em um mundo narcissistico que encoraja o egoismo, mas verdadeiramente felizes relações precisam de sacrificio. Eu tenho ouvido Collin Campbell frequentemente falar, “Casamento é um teste de vida-propria”. Isto é verdade! Casamento revela nossa condição espiritual. Fortunadamente, nos podemos mudar. Nos podemos tornar mais como nosso Salvador, que estava desejando lavar a sujeira dos pés de Seus discipulos. Um pequeno sacrificio (uma massagem no pé, uma comida favorita, um cartão, uma ligação telefonica) podem ir um longo caminho sobre acalmar uma tempestade na relação. Nós queremos que Jesus seja misericordioso conosco; nós devemos ser misericordioso com nosso conjuge.
O Presidente Theodoro Roosevel tem o credito do seguinte slogan: “Nada no mundo é valioso ter ou fazer a menos que ele signifique esforço, dor, dificuldade”. Um bom casamento é valioso ter! Ele é valioso esforço, dor, e dificuldade! Elaine e eu oramos que estes “ancoras”  que tem nos ajudado abençoarão seu casamento também.


Fonte: Revista Above Rubies, Março, 2015, pg. 91.