quinta-feira, 20 de junho de 2013

A Mulher e as Calças nos anos 40




No início dos anos 40, a moda era predominatemente feminina: com saias até os joelhos, luvas, chapéus e muita elegancia.

Para quem não viveu nesta época parece normal ver hoje em dia mulheres usando calças e as vezes sem nenhuma feminilidade. Mas nem sempre foi assim, pois há cerca de uns 150 anos atrás, rarissimas mulheres usavam calças. 

Alguns dizem que: “As mulheres não usavam calças, até que veio a guerra e as obrigou a ocupar os postos de trabalho nas fábricas. Foi um caso de necessidade. Não foi nada muito revolucionário”.


A calça no guarda-roupa feminino: mudança de mentalidade

 

 

A introdução da calça no guardar-roupa da mulher possui uma trajetória complexa, que vem desde o século XIX. De fato, houveram alguns esforços bastante pontuais neste quesito, e se a mulher não usa, digamos, uma calça desde há muito tempo, é porque as mentalidades ainda não estavam preparadas para isso, pois a mulher estava totalmente voltada para o lar e ao cuidar dos filhos e do marido.

A calça é igualmente aderente aos quadris e coxas, que são consideradas partes sexualmente atraentes. Uma parte significativa das culturas orientais, por exemplo, em que se costuma dizer pretensamente que a mulher usa “calças” - como a cultura japonesa ou indiana – admitiu o uso desta peça para as mulheres apenas por baixo de longas túnicas ou vestidos, de modo que grande parte da calça fica, na verdade, oculta.
 
Mais relevante seria uma abordagem deste assunto  que tomasse como ponto de partida a mudança nas mentalidades e costumes, para assim compreendermos melhor como a mulher ocidental – que passou quase 20 séculos sem usar calças – aderiu à esta peça, a  ponto da calça ocupar o lugar central no seu guarda-roupa nos nossos dias. Vamos pontuar alguns aspectos relevantes do tema na década de 40. Com isto, procuramos, contudo, privilegiar o que nos interessa para a modéstia crista.

 Até os anos 40, segundo as nossas pesquisas, existiam apenas algumas calças femininas, porisso as mulheres ficavam muito masculinizadas usando as calças criadas para os homens. Os modelos femininos começaram  a serem lançados apenas em 1909, mas já em 1890 mulheres no campo usava-na para pedalar bicicletas.

Com a Primeira  e Segunda Guerra Mundial as mulheres começaram a ocupar os postos nas fábricas, ocupando o lugar dos homens que estavam nas guerras. Eles davam maior liberdade e "independencia". A estilista francesa Coco Chanel foi quem melhor traduziu este sentimento
 
                               Podemos ver nas fotos acima a própria Coco Chanel vestindo seus modelitos
 
 
Desde os tempos mais remotos se concebeu para a mulher, a ocupação central de ser mãe, esposa e dona-de-casa, feminine e criativa, voltada para cuidar e gera Vida. Mas agora nos anos 20, a calça de Chanel para passeio, inspirada nos marinheiros, foi aderida por muitas mulheres influenciadas pelas atrizes famosas.  Vemos isto na foto acima com Coco usando a blusa listrada de marinheiro e a calça combinando.

O livro “Fashion of a decade: the 1930′s, traz: "Calças haviam sido usadas pelas mulheres mais "antenadas e conscientes da moda" nos anos 20, mas nos anos 30 elas eram mais aceitáveis e mais amplatemente adotadas.

A adesão às calças femininas foi se fazendo graças a uma absorção desta "nova mentalidade feminista" que foi aos pouquinhos tomando conta de todas as partes da sociedade até os meios academicos até atingir toda a sociedade.  Creio que a maior "revolução" não é aquela que se faz saindo-se as ruas, mas incutindo nas mentes, através da midias cinema, rádio (que naquela época era o ápice do entretenimento, pois ainda não tinha TV), jornais, livros, etc.

 

 
Mulheres e o uso de calças na década de 40
 
 
Seria justo dizer que a calça masculinizava, não somente porque algumas mulheres na década de 40 de fato usavam as peças de seus maridos, mas sim porque a calça, numa mulher, não pode ser dissociada do fato de que culturalmente foi uma peça estabelecida para o homem. Mais do que isso: ela retira de cena a peça de vestuário que sempre – apesar das variações de tamanho, forma, volume – esteve atrelado à mulher, que seria a saia ou vestido.  
 
 

 
 Acima, vestidos típicos dos anos 40. Abaixo, calças do mesmo período. Acima todos os adereços que completam a mulher em sua feminilidade: acessórios para o cabelo, luvas, etc.

 


 
 O livro “Fashion by Decade: The 1940′s  traz que [por volta de 1941], “a calça já havia se tornado uma peça aceitável para a mulher“. Era aceitável do ponto de vista da sociedade em geral, o que não significa que não houve críticas e resistência. Muitas foram as mulheres que se recusaram a usar calças, e que faziam campanha para evitar seu uso… mas do ponto de vista da mentalidade da época, já estava estabelecido.

Não faz muito tempo no Brasil era proibido o uso de calças para mulheres nos Fóruns.

 A separação entre os ditos “modelos masculinos e femininos” de calças sempre foram uma linha tênue, quase não tem difirença até hoje.
 
 
O mesmo modelo de pantalona, nos anos 40, para mulheres e para homens.
 

 

Bibliografia:

Enciclopédia da Moda.  por Georgina O’Hara Callan, 2007.
http://elle.abril.com.br/moda/pecas-basicas/historia-das-calcas-432613.shtml?page=page2
Fashion of a decade: the 1930′s. Maria Constantino.
Fashion By Decade: The 1940′s. Patricia Baker
 

Sem comentários:

Enviar um comentário